5 tendências para a Educação Superior segundo o Horizon Report

fev 10, 2014 by     No Comments    Posted under: Notícias

Neste mês foi lançada a versão 2014 do relatório Horizon Report for Higher Education, um dos maiores do mundo sobre o uso de TIC na educação. No final do ano passado, falamos por aqui sobre as tendências apontadas pelo relatório para a Educação Básica e, agora, selecionamos os principais tópicos para a Educação Superior. Confira abaixo:

1. Educadores com fluência digital

Um dos principais desafios para o uso das TIC na educação atualmente é a fluência dos educadores sobre os meios digitais. Muito se fala sobre o uso dessas tecnologias dentro das salas de aula para a Educação Básica e Superior, mas pouco se fala sobre o seu uso para a capacitação e formação continuada dos professores. O estudo indica que essas ferramentas devem estar cada vez mais presentes neste segmento nos próximos anos.

2. Professores e alunos devem estar atentos às mídias sociais

O estudo indica que quase 40% da população mundial utiliza mídias sociais regularmente, o que tem transformado o modo como as pessoas interagem, apresentam ideias e informações. Com essas mudanças, fica claro que as redes sociais não podem ser ignoradas pelas universidades, uma vez que o conteúdo produzido e consumido pelos alunos já não é mais o mesmo. Educadores entrevistados pelos pesquisadores responsáveis pelo relatório argumentam sobre o impacto que o uso dessas mídias pode ter no conhecimento; indicam preocupação com a falta de privacidade na troca de informações, e destacam a maior capacidade de colaboração com recursos digitais.

3. Educação online, híbrida e colaborativa

Estudantes pelo mundo já utilizam a internet excessivamente para a educação, por meio de pesquisas, visualização de vídeos e compartilhamento de informações com os colegas. Mas o relatório aponta que esta relação da educação com a internet deve se tornar ainda mais “oficial” com aulas e materiais online, além de adoção de modelos colaborativos, promovidos pelos professores. Tanto o aluno, quanto o professor devem aproveitar os ambientes virtual e presencial em toda a sua potencialidade.

4. Aprendizagem adaptativa através de dados online

Já existem diversas plataformas adaptativas à disposição de alunos e de professores no Ensino Superior. Estas ferramentas ajudam a interpretar as habilidades e dificuldades de cada aluno e facilitam a preparação de um plano de estudos personalizado. Mas o relatório apresenta uma tendência que vai além da plataforma específica. A partir de pesquisas e outras atividades feitas online pelos alunos, os professores podem entender como cada estudante está se adaptando ao meio virtual, através do monitoramento de dados via internet. Dessa forma, o educador pode criar atividades específicas para cada aluno e acompanhar, de perto, sua evolução nos estudos, promovendo uma aprendizagem cada vez mais personalizada.

5. Alunos criativos versus alunos consumidores

Com o aumento do número de ferramentas acessíveis aos alunos e da quantidade de informação produzida pelas pessoas em mídias sociais, o papel do aluno “consumidor de conteúdo” não se encaixa mais. O Horizon Report aponta que as universidades hoje devem enxergar os alunos como produtores criativos, além de incentivar, ao máximo, a criação dentro e fora da sala de aula.

Leia o estudo na íntegra: http://www.nmc.org/pdf/2014-nmc-horizon-report-he-EN.pdf

Fonte: institutoclaro.org.br

Got anything to say? Go ahead and leave a comment!

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Newsletter

E-mail:

Inscrever
Desinscrever

Publicidade