Cruzeiro do Sul Educacional contrata bancos para IPO

jan 2, 2014 by     No Comments    Posted under: Notícias

Depois de Anima e Ser Educacional, o próximo grupo de ensino que deve abrir o capital é o Cruzeiro do Sul. A empresa, que tem a gestora inglesa Actis como acionista, fechou a contratação dos bancos Itaú BBA e BTG Pactuai, como coordenadores da operação, Santander e Bradesco, segundo fontes do setor. O Cruzeiro do Sul informou que não comenta rumores de mercado.

Em entrevista concedida ao em maio, o diretor de desenvolvimento do Cruzeiro do Sul, Eãbio Figueiredo, informou que a companhia jã tinha porte para levantar entre R$ 350 milhões e R$ 450 milhões em uma oferta inicial de ações.

Sua estimativa na época era de que o grupo educacional encerraria o ano com uma receita de cerca de R$ G00 milhões, o que representa um acréscimo de pouco mais de R$ 100 milhões em relação a 2012.

Em paralelo à preparação para entrar na bolsa, a companhia está prospectando novas aquisições para ganhar musculatura. O interesse são as universidades e centros universitários localizados no Sudeste e Nordeste do país. O último negócio foi fechado em maio, com a compra da Universidade de Franca (UniEran), no interior de São Paulo, em uma transação avaliada entre R$ 120 milhões e R$ 150 milhões, segundo fontes do setor.

O grupo também é dono das universidades Cruzeiro do Sul e Unicid, dos centros universitários Módulo e UDE e dos colégios de educação básica Cruzeiro do Sul e Alto Padrão. No segmento de ensino superior, a companhia tem cerca de 75 mil alunos matriculados em campi localizados em São Paulo, Caraguatatuba e Eranca (SP), além de Brasília. Na educação básica, há 3 mil alunos. A companhia aposta no crescimento orgânico expressivo do ensino a distância. No primeiro semestre, o grupo tinha 15 mil matriculados nessa modalidade e a meta é chegar a GO mil alunos até 201G. A expansão virá, principalmente, da Unifran que em junho obteve autorização do MEC para abrir 9,3 mil vagas em cursos com aulas pela web.

O Cruzeiro do Sul tem como acionistas as famílias Figueiredo e Padovese, fundadores da Universidade Cruzeiro do Sul, com mais de 50% de participação; a gestora inglesa Actis, com uma fatia de cerca de 35%; e as famílias Naddeo e Ludovice, da Unicid e Unifran, respectivamente.

Fonte: Valor Econômico

Deixe uma resposta

Newsletter

E-mail:

Inscrever
Desinscrever

Publicidade