USP é a única brasileira entre as 100 universidades com melhor reputação

mar 6, 2013 by     No Comments    Posted under: Notícias

A Universidade de São Paulo (USP) é a universidade brasileira com melhor reputação no mundo – e figura como única representante da América do Sul na lista das instituições de ensino superior mais prestigiadas por acadêmicos. A USP está entre as 70 melhores, de acordo com ranking divulgado nesta segunda-feira pelo instituto britânico Times Higher Education (THE). O Brasil é o único país sul-americano a figurar na lista da publicação especializada.

Ao todo, 20 países estão representados no top 100, mais uma vez liderado pela Universidade Harvard, nos Estados Unidos – uma tendência que não deve mudar em breve, segundo afirmou por telefone ao Terra o editor do ranking, Phil Baty. Apesar de as mesmas instituições de ensino superior encabeçarem a lista – repetindo o levantamento do ano passado -, o britânico destaca que os resultados mostram o Brasil como integrante do grupo de elite do ensino mundial.

“O Brasil manteve sua posição contra uma concorrência acirrada. Esse ranking representa apenas 0,5% das instituições de ensino superior. É uma lista de elite, em que só entram as universidades mais renomadas do mundo”, afirmou Baty. Em 2012, quando estreou na lista, a USP também constou entre a 61ª e a 70ª posição. “A USP está fazendo um excelente trabalho, sendo amplamente reconhecida entre os acadêmicos como uma das universidades de melhor reputação.”

Outra universidade brasileira em destaque também é pública, e também fica em São Paulo. Apesar de não figurar no top 100, a Universidade de Campinas (Unicamp) está crescendo no ranking nos últimos anos: hoje, está entre as 150 mais prestigiadas do mundo, de acordo com o editor da THE. “Esse resultado também é encorajador”, disse Phil Baty. Ele informou que outros importantes países em desenvolvimento, como a Índia, não integram a lista.

Será difícil desbancar as universidades americanas e britânicas no topo do ranking, na avaliação do editor do Times Higher Education. “É muito difícil chegar lá. Tivemos poucas mudanças no top 10 nos últimos anos. As instituições que estão ali têm muitos recursos e centenas de anos de tradição.” Porém, para Baty, essas universidades não podem se acomodar: “as reputações podem mudar, comunicações e tecnologia podem fazer a diferença. As instituições de ensino superior não podem contar apenas com sua reputação histórica”.

Por email, o reitor da USP, João Grandino Rodas, disse ao Terra que o ranking reflete o trabalho desenvolvido pela universidade para melhorar a qualidade do ensino. “A reiteração de boas posições nos rankings nos últimos anos significa que a USP está no caminho certo, mas, ao mesmo tempo, dá a ela a responsabilidade de continuidade dos projetos atualmente desenvolvidos, para que tais resultados sejam mantidos e melhorados. Tais classificações são de máxima importância, pois as universidades, em sua maioria, estão despertas para a necessidade da melhora dos índices e estão trabalhando diuturnamente para isso”, afirmou.

Os Estados Unidos têm sete universidades entre as 10 com mais prestígio, seguidos por Reino Unido (duas) e Japão (uma). O ranking de 2013 das 100 universidades com melhor reputação foi elaborado a partir de uma pesquisa com 16.639 acadêmicos de diversos países, realizada no ano passado pela empresa Ipsos MediaCT para a revista Times Higher Education.

FONTE: noticias.terra.com.br

Got anything to say? Go ahead and leave a comment!

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Newsletter

E-mail:

Inscrever
Desinscrever

Publicidade