São Marcos transferiu cerca de 75% de seus alunos, diz coordenador

jul 1, 2012 by     No Comments    Posted under: Notícias

Termina nesta terça-feira (26), segundo o Ministério da Educação, o prazo de 90 dias dado à Universidade São Marcos para a transferência dos estudantes que ingressaram na instituição no primeiro semestre de 2012 ou que tinham suas matrículas trancadas. A São Marcos foi descredenciada pelo MEC em despacho publicado em 26 de março no “Diário Oficial da União”.

De acordo com Armando Costa e Silva, coordenador do curso de psicologia da instituição e administrador do campus Ipiranga, a São Marcos prestou assistência a todos os estudantes que manifestaram o desejo de transferir o curso. Porém, de acordo com ele, cerca de 400 e 500 dos aproximadamente 2.100 estudantes matriculados no início do ano decidiram continuar estudando na instituição até pelo menos a conclusão do semestre.

“Eles ainda não pediram transferência, tentaram ver outras faculdades, outros cursos, mas eles tinham grade muito diferente. Em vez de o pessoal facilitar, prejudicavam mais, pedindo adaptações absurdas”, afirmou. “Você investe quatro anos e meio em uma faculdade, quando faltam seis meses você se transfere e a outra instituição diz que você vai pagar mais um ano? O MEC tinha que dar apoio a esses alunos, e não abandoná-los”, disse.

O despacho também afirma que a instituição deverá tomar as ações necessárias para finalizar as turmas de alunos que não conseguirem se transferir para outras faculdades. Silva afirmou que, no campus Ipiranga, todos os cursos continuam com alunos matriculados e aulas normais, com exceção da graduação em administração. Segundo Carlos Calli, que cumpre até a sexta-feira (29) o cargo de interventor judicial da São Marcos, cerca de 10% dos estudantes no campus de Paulínia também não foram transferidos.

Ainda de acordo com Silva, a instituição cumpriu as determinações do despacho do MEC, com a exceção do envio de documentação requerida pelo ministério que, segundo ele, deve ser encaminhada a Brasília ainda nesta semana.

Procurado pelo G1, o MEC enviou nota afirmando que “a Secretaria de Regulação e Supervisão da Educação Superior do MEC já havia solicitado à AGU a abertura de ação judicial contra os representantes legais da instituição por descumprimento das determinações do despacho de descredenciamento”.

Na nota, o ministério afirma que “não existem processos de regularização em curso. O não cumprimento das determinações do despacho de descredenciamento da instituição torna impossível falar em revisão da medida”.

Entenda o caso
A Universidade São Marcos foi despejada de um de seus campi no fim de dezembro de 2011, por falta de pagamento, e tentava regularizar a situação para iniciar as aulas. O descredenciamento pelo MEC foi anunciado em 26 de março e foi criticado pelos alunos, que consideraram a decisão tardia e inoportuna, já que as aulas estavam prestes a recomeçar.

No dia 1º de junho, o MEC encerrou 86 cursos oferecidos em todos os campi da Universidade São Marcos. O total de vagas que haviam sido autorizadas pelo MEC e que agora serão fechadas é de 15.910, apesar de a instituição ter apenas 2.100 estudantes ainda matriculados no primeiro semestre de 2012. Pela portaria publicada nesta sexta-feira, os cursos só serão reconhecidos em registros e diplomas expedidos para estudantes que ingressaram na universidade até o dia 28 de março de 2011.

Fonte: g1.com.br

Got anything to say? Go ahead and leave a comment!

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Newsletter

E-mail:

Inscrever
Desinscrever

Publicidade