Abril Educação investe em cursos por celular e satélite

abr 11, 2012 by     No Comments    Posted under: Notícias

A Abril Educação, grupo de ensino da família Civita, está investindo R$ 11,5 milhões em novas ferramentas tecnológicas – celular e satélite – para difundir o conteúdo de seus cursos preparatórios para o Enem, capacitação de professores e de idiomas, entre outros.

O objetivo dessa diversificação é diminuir a dependência para a Abril Educação dos livros didáticos, que representam 66% da receita líquida, de R$ 772 milhões no ano passado. Em 2010, esse percentual era de 83%.

A partir do próximo mês, a empresa inicia um projeto que prevê o envio de testes do Enem para o celular de alunos que estão se preparando para o exame que os classifica para faculdades e mede a nota dos colégios em que estão matriculados.

“O público que faz as provas do Enem é jovem e usa muito o celular. Por isso, investimos nessa ferramenta. Agora estamos em negociação com operadoras de telefonia móvel”, disse Manoel Amorim, presidente da Abril Educação. A companhia investiu R$ 6 milhões para a criação de uma empresa que armazena conteúdo pedagógico e envia para aparelhos de telefonia móvel.

A expectativa da Abril Educação é que 5 milhões de pessoas recebam os testes do Enem daqui a quatro anos. “Além disso, podemos usar a base de internautas dos portais jovens da Abril como, por exemplo, o da revista ‘Capricho’, que tem milhares de visitantes”, explicou Amorim.

Outro negócio que a Abril Educação está de olho é o ensino a distância por meio de satélite. A empresa está investindo R$ 5,5 milhões para instalação de antenas parabólicas nas 1,6 mil escolas privadas que adotam os seus sistemas de ensino Anglo, Ser, pH e Máxi. As aulas são transmitidas ao vivo ou gravadas nos estúdios que a companhia tem em São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro e transmitidas simultaneamente nas escolas associadas. “Como o Enem é uma prova que serve para diversas universidades podemos criar um único conteúdo e transmitir para vários alunos ao mesmo tempo”, explicou Ivan Caiafa, fundador da Escola Satélite. Em fevereiro, a Abril Educação adquiriu o controle da Escola Satélite, que tem autorização da Anatel para atuar como um canal de transmissão de conteúdo.

O primeiro curso preparatório do Enem da Abril Educação começa a ser ministrado no segundo semestre e a previsão é que, daqui a cinco anos, 500 mil alunos estejam estudando a distância. Atualmente, cerca de 4 milhões de estudantes realizam a prova do Enem por ano.

A companhia pretende também criar cursos a distância de capacitação para professores. Hoje, a Abril Educação faz esse treinamento pessoalmente nas escolas que compram os sistemas de ensino. A empresa prevê uma redução de cerca de R$ 1,5 milhão por ano ao economizar com custos de serviços pedagógicos e viagens.

Fonte: valor.com.br

Got anything to say? Go ahead and leave a comment!

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Newsletter

E-mail:

Inscrever
Desinscrever

Publicidade