MEC investiga denúncia de irregularidades em Enade da Unip

mar 5, 2012 by     2 Comments    Posted under: Notícias

O Ministério da Educação investiga uma denúncia de que a Unip, uma das maiores universidades do país, seleciona os seus melhores alunos para fazerem o Enade, a avaliação do governo federal do ensino superior.

Uma nota alta no exame nacional faz com que a instituição escape de fiscalizações do ministério, além de servir de publicidade para atrair novos estudantes para a escola.

A Unip nega as irregularidades. Afirma que obtém bons resultados devido à qualidade de seus cursos (leia mais em texto ao lado).

Segundo a denúncia, a instituição não preenche totalmente nos cadastros os dados de alunos com baixo desempenho em seus cursos. Assim, eles ficam inaptos a prestar o Enade. Após a prova, a situação é regularizada.

Há casos de cursos bem avaliados em que o número de alunos que prestaram o Enade não chega a 10, como odontologia em Campinas.

Na última avaliação federal divulgada, a instituição recebeu média 3, numa escala de 1 a 5. A nota 3 é suficiente para que a instituição não passe pela fiscalização.

A denúncia ao ministério foi feita por uma instituição privada do interior de São Paulo, concorrente da Unip, segundo a Folha apurou.

O material foi encaminhado ao ministro da Educação, Aloizio Mercadante. A pasta enviou documento à Unip cobrando explicações.

A escola tem utilizado constantemente resultados nas avaliações federais em suas publicidades. Em uma delas, afirma que “mais uma vez os resultados da Universidade Paulista no Enade são excepcionais. E novamente os alunos da Unip brilham”.

Estudantes da instituição disseram também que a escola adotou aulas diárias de reforço para o Enade.

Os alunos reclamam que as faltas nas atividades são consideradas na frequência obrigatória do curso. O não comparecimento pode causar perda de nota. Para o MEC, não há irregularidade.

OUTRO LADO

A Unip nega que tenha manipulado seu cadastro para selecionar os seus melhores alunos para o Enade.

Segundo a vice-reitora da instituição, Marília Ancona Lopez, as avaliações internas da universidade ficaram mais rigorosas. Por isso, caíram o número de alunos aprovados nas disciplinas e o número de estudantes aptos ao Enade.

“Montamos no final de 2008 comissão de qualificação de cursos. Entre as medidas, acompanhamos todas as avaliações que os professores fazem, o que modificou o número de aprovados, com avaliações mais completas e rigorosas”, afirmou ela.

Já em nota, a Unip afirma que seus cursos têm melhorado por conta de: “atualização de ementas e programas, revisão de bibliografias, produção de material didático, investimento nos laboratórios e infra estrutura, utilização de novos recursos didáticos e, principalmente, capacitação de professores”.

Fonte: folha.uol.com.br

2 Comments + Add Comment

  • Eu fui aluno da unip e confirmo que realmente as avaliacoes da universidade ficaram mais rigorosas. Por isso acho que as acusacoes sao infundadas. Ja que, os alunos do tutelado formavam muito depois de nos concluintes e feitores do enade. Isso nao passa de perseguicao por conta do bom desempenho de todos os alunos da unip ja que neste pais ha um preconceito em torno dos alunos de universidades particulares.

  • faLOU E DISSE ED!

Got anything to say? Go ahead and leave a comment!

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Newsletter

E-mail:

Inscrever
Desinscrever

Publicidade