Os novos diplomas

nov 20, 2011 by     No Comments    Posted under: Carreiras, Destaque

Quais são os cursos de graduação e pós criados para as recentes demandas do mercado – e por que seus alunos têm boas chances de obter emprego

 

 

 

 

Tecnologia de eventos, cenografia e figurino, gestão hospitalar, maquiagem profissional ou tecnologia da sustentabilidade. Esqueça as antigas carreiras, com mais profissionais diplomados do que vagas de trabalho. A nova geração de cursos de graduação e pós vem sendo criada exatamente para atender às demandas do mercado, que não encontrava gente qualificada para contratar. Em sua maioria, são carreiras de vanguarda, criadas com foco no pragmatismo e na garantia de emprego.

 

 

Um desses novos cursos se propõe a formar produtores de eventos. Aos 20 anos, recém saída de um colegial técnico, Marília Gama ingressou no início deste ano na primeira turma de tecnologia de eventos do Senac. De segunda a sábado, no período noturno, Marília tem aulas sobre negociação de preços com fornecedores, técnicas de alimentos e bebidas, entre outras.

“Em cerimonial e protocolo, por exemplo, preciso saber em qual lugar senta cada convidado, onde fica o pavilhão nacional…” diz a estudante.

 

Antes de ganhar o status de graduação , o curso era dado como uma das disciplinas de hotelaria ou em oficinas livres, como curta duração. O anúncio do Brasil como sede da Copa do Mundo e das Olimpíadas fez com que o interesse pelo profissional de eventos explodisse. Atendendo à expectativa do mercado, a faculdade moldou uma formação mais encorpada e específica. Apesar da demanda, Marília não pretende atuar no meio esportivo.
Ela quer produzir eventos culturais, artísticos ou que promovam o bem-estar social. Numa cidade que, segundo o São Paulo Convention & Visitors Bureau, realiza um evento a cada seis minutos, trabalho não deve faltar.

 

Foi de olho nas carências de seu campo de atuação que Maria Cristina Amaral, mestra pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP e professora de design de moda, criou a pós-graduação em cenografia e figurino no Centro Universitário Belas Artes. Para ela, hoje os profissionais da área não têm conhecimento técnico aprofundado e, por isso, trabalham por intuição.

 

“Os grandes musicais que vêm a São Paulo, por exemplo, trazem tudo dos EUA”, diz Maria Cristina. “Nada é confeccionado aqui, porque o rigor é enorme. Queremos formar profissionais à altura.” A grade curricular do curso pioneiro inclui disciplinas como sonorização, iluminação, história da arte e composição de figurinos. Por enquanto, cenografia e figurino é iniciativa exclusiva da Belas Artes, mas alguém duvida que a concorrência vai correr atrás?

 

Foi o que acontecei com design de games e cosmetologia. Oferecidas apenas como extensão ou pós-graduação até 2005, de lá para cá, esses disciplinas evoluíram e ganharam o status de graduação em pelo menos quatro universidades paulistanas. Isso graças aos aquecidos mercados de beleza e entretenimento on-line, que crescem a cada ano.

 

 

Médicos atrás de lucro 

Outro curo em alta por aqui é o de gestão hospitalar. Como graduação ou pós, a carreira é ensinada nas faculdades Unip, São Camilo, FMU e Oswaldo Cruz, entre outras. Na Fundação Getúlio Vargas, o MBA Executivo com ênfase na gestão de clínica e hospitais foi criado para atender às necessidades dessas instituições, num momento em que muitas se profissionalizam como empresas. Para gerir escassos recursos e buscar lucro, um médico sem experiência administrativa dificilmente será o melhor diretor hospital.

 

“Na faculdade de medicina, somos treinados para atender a uma parada cardíaca, mas ninguém ensina a lidar com convênios ou gerenciar conflitos”, diz a cardiologista Elisângela Ribeiro, aluna da pós-graduação da FGV e coordenadora de um pronto-socorro na Lapa com 20 atendimentos por mês.

 

Nova Geração de Cursos

 

Tecnologia em eventos:

A graduação de dois anos, criada neste ano, tem disciplinas como negociação de preços com fornecedores, técnicas de organização, cerimonial e protocolo. O produtor pode atuar com eventos sociais, educacionais, religiosos, esportivos e científicos.

Onde: Senac e Anhembi Morumbi

 

Cenografia e Figurinos

Na pós-graduação criada em 2011, os alunos têm aula de sonorização, iluminação, tecnologia cênica, história da arte, composição de figurinos, etc. Dá para trabalhar com espetáculos culturais, cinema, TV, publicidade e marketing.

Onde: Belas Artes

 

Gestão Hospitalar

O cursos prepara profissionais de saúde para cargos de liderança em hospitais, laboratórios, clínicas e seguradora. Ensina como gerenciar recursos e fazer planejamento estratégico para atingir metas de forma eficaz.

Onde: São Camilo e Fundação Getulio Vargas

 

Tecnologia em Maquiagem Profissional

Em dois anos, aprendem-se truques de maquiagem para cinema e televisão (de aplicação de bigodes à caracterização de machucados), bodypaint (pinturas corporais artísticas), aerografia (com jatos de tinta), etc. Há uma turma formada.

Onde: Anhembi Morumbi

 

Gestão de Qualidade

O papel desse profissional é fiscalizar o cumprimento de normas para manter a qualidade dos serviços e produtos. Atua principalmente em indústrias automobilística, petroquímica, alimentícia entre outras).

Onde: Metodista e FMU

 

Educomunicação

A graduação integra os cursos de pedagogia e comunicação e arte. Propõe o uso de recursos tecnológicos para a aprendizagem: rádio virtual, videogames, podcasts, blogs, fotografia, projetos de entrevistas, etc. Primeira turma em 2011.

Onde: USP

 

Ciência e tecnologia da sustentabilidade

Criada em 2010,0 esta pós-graduação tem foco nos profissionais de ciências preocupados com o desenvolvimento sustentável do país e com a responsabilidade socioambiental de empresas. Podem trabalhar em órgãos reguladores e certificadores.

Onde: Unifesp

 

 

Fonte: Revista Época São Paulo

Nathalia Ziemkiewicz

Deixe uma resposta

Newsletter

E-mail:

Inscrever
Desinscrever

Publicidade