5 tendências do MBA pelo Reitor de Harvard

jun 4, 2011 by     No Comments    Posted under: Destaque, Gestão Educacional, Notícias

Nitin Nohria acredita que é preciso refletir sobre a recessão econômica e aprender lições com ela.

>

As escolas de negócios de MBA estão passando por uma crise devido ao crescimento de novos nichos em programas acadêmicos. É o que acredita o reitor da Harvard Business School, Nitin Nohria. A dica para quem pensa em fazer um MBA é ter em mente que o curso não ensina apenas como um negócio funciona, mas também explorar várias visões até eleger uma própria. Na opinião dele, a recessão econômica traz reflexões que devem ser aprendidas pelas escolas e aponta cinco tendências. São elas:

>

1) Gerar confiança
Ainda que a economia americana seja uma das mais importantes do mundo sua confiança foi ameaçada devido à crise econômica que protagonizou. Para Nohria, a meta das escolas de negócio de todo o mundo, especialmente as americanas, é gerar confiança para quem se interessa em cursar algum programa acadêmico sobre a área de negócios.

 >

2) Ensino diferencial
Para quem deseja estudar MBA em outro país, o reitor destaca que o programa fica com um peso mais significativo ainda no currículo, pois o estudante aprenderá também uma nova cultura e vivência. Mas é preciso escolher um plano que garanta uma boa experiência, como os que predominam o trabalho em pequenos grupos sobre problemas reais.

 >

3) Visão de futuro
Ninguém sabe quais serão os padrões educacionais daqui a 100 anos, portanto é importante produzir ideias que possam acrescentar para os negócios e a sociedade. Além disso, é preciso se preocupar sempre com indicadores ambientais e sociais. O reitor destaca que os temas que estão presentes nas agendas dos políticos e das empresas são: mudanças climáticas, liderança responsável, sustentabilidade e energia renovável.

 >

4) Globalização
A internacionalização é uma ótima maneira de aprender, Norhia destaca que no caso da escola de Harvard os centros de pesquisas localizados em outros países ajudam a realizar diversos estudos. É importante saber de que forma é possível usar parcerias globais para acrescentar nas estratégias de negócio.

 >

5) Abertura
A ideia é as escolas criarem um ambiente de que todas as culturas são bem vindas. O reitor destaca o quanto é importante os estudantes se sentirem reconhecidos em um espaço e sentir que seus talentos estão sendo explorados.

Deixe uma resposta

Newsletter

E-mail:

Inscrever
Desinscrever

Publicidade