Pesquisa aponta o perfil do EAD

mai 6, 2011 by     No Comments    Posted under: Notícias

Uma pesquisa do Instituto Politécnico de Ensino a Distância (iPED) mostra o perfil de quem procura cursos profissionalizantes virtuais. A maioria (30%) concluiu o ensino médio, seguida de universitários (26%). Com 9 anos de existência, o iPED é um centro de educação on-line que conta com mais de 200 cursos a distância em 15 áreas, sendo responsável pela formação de mais de 700 mil profissionais em todo o Brasil.

O perfil é de mulher solteira (65%), acompanhada de perto pelo sexo masculino (64%), jovens e adultos, de 18 a 30 anos, somando mais da metade (53%).

Já a faixa salarial predominante (32%) é de até R$ 800, 28% ganham entre R$ 801 e R$ 1.300.

Os estados que concentram maior número de alunos que buscam formação técnica, mas não têm tempo, dinheiro ou disposição para frequentar uma sala de aula convencional são: São Paulo (28,5%), Rio de Janeiro (11%), Minas Gerais (8,6%) e Bahia (5,6%). Para esse público, o iPED oferece formação técnica. O business do grupo iPED envolve atualmente duas centenas de cursos, o que deve dobrar em dezembro próximo. A organização também prevê aumentar os resultados em 30% esse ano.

Todos os cursos do iPED são aprovados e reconhecidos pelo Ministério da Educação (MEC), classificados como “livres”, dispensando processos seletivos ou qualquer pré-requisito. Todos têm o mesmo valor: R$ 49,90. No iPED o aluno tem liberdade para montar suas aulas com mais ou menos atividades. A carga horária pode variar entre 40 e 120 horas.

Fonte: DCI (Diário Comércio, Industria & Serviços)

Deixe uma resposta

Newsletter

E-mail:

Inscrever
Desinscrever

Publicidade