Dados desatualizados são pecado mortal.

mai 5, 2011 by     No Comments    Posted under: Notícias, Pesquisas, Redes Sociais, Relacionamento

Pesquisa mostra que os consumidores valorizam a participação das empresas, mas estão atentos à forma como as marcas utilizam esses canais.

O estudo “Empresas e Consumidores nas Mídias Sociais – 2011”, divulgado hoje pela agência de comunicação integrada The Jeffrey Group, revela que 94% dos usuários utilizam canais das mídias sociais da web para expor sua opinião sobre empresas, marcas, produtos e serviços e 77% seguem perfis ou páginas de empresas em redes sociais como Facebook, Orkut e Twitter.

Foram ouvidos 397 usuários da internet e das mídias sociais durante a quarta edição da Campus Party Brasil, em janeiro deste ano. A amostra é formada pelos chamados “campuseiros”, jovens usuários intensivos da internet e das mídias sociais, adeptos das novidades da tecnologia e da web e influenciadores do comportamento dos demais usuários na web.  Cerca de 60% dos entrevistados têm entre 19 e 25 anos.  Só 4% têm mais de 35 anos e 77% possuem nível superior, incluindo 9% de pós-graduados. Estão empregados 71% e 41% conciliam  estudos e atividades profissionais.

“Receber notícias e informações em primeira mão” foi citada por 67% dos entrevistados como principal motivação para engajamento na comunidade online de uma empresa.  Apontaram a participação em concursos e promoções como principal razão de adesão, 54%. A troca de experiências com outros usuários (50%) e a possibilidade de interagir e dialogar com a empresa (44%) também se destacaram entre as motivações dos consumidores para participar de iniciativas de marcas nas mídias sociais.

Perguntados sobre o que mais os incomoda no relacionamento com as empresas na rede, 67% dos usuários citaram a oferta de “informações desatualizadas ou insuficientes” e 56% apontaram a “inexistência de espaço ou canal para interação”.  Quase a metade (48%) considera que “marcas que usam as mídias sociais só para fazer propaganda” são sua maior razão de incômodo e 45% manifestaram irritação com empresas que não respondem ou respondem de forma insatisfatória a dúvidas, críticas ou comentários postados online pelos consumidores.

“O estudo mostra que os consumidores defendem e valorizam a participação das empresas nas mídias sociais, mas estão cada vez mais atentos à forma como as marcas utilizam esses canais”, diz Gerson Penha, diretor de Comunicação Digital da The Jeffrey Group, responsável pelo estudo. “Eles querem menos propaganda, mais e melhores conteúdos e espaços para a interação e o diálogo”.

O levantamento traz ainda dados sobre os canais das mídias sociais mais utilizados pelos consumidores, registra o crescimento do acesso à internet por meio de telefones celulares e tablets e mostra que o consumidor pode ser o maior aliado da comunicação das empresas na rede: 86% dos entrevistados afirmam utilizar as mídias sociais para recomendar a outros usuários marcas, produtos e serviços com os quais simpatizam.

O estudo “Empresas e Consumidores nas Mídias Sociais – 2011”, divulgado hoje pela agência de comunicação integrada The Jeffrey Group, revela que 94% dos usuários utilizam canais das mídias sociais da web para expor sua opinião sobre empresas, marcas, produtos e serviços e 77% seguem perfis ou páginas de empresas em redes sociais como Facebook, Orkut e Twitter.

Foram ouvidos 397 usuários da internet e das mídias sociais durante a quarta edição da Campus Party Brasil, em janeiro deste ano. A amostra é formada pelos chamados “campuseiros”, jovens usuários intensivos da internet e das mídias sociais, adeptos das novidades da tecnologia e da web e influenciadores do comportamento dos demais usuários na web.  Cerca de 60% dos entrevistados têm entre 19 e 25 anos.  Só 4% têm mais de 35 anos e 77% possuem nível superior, incluindo 9% de pós-graduados. Estão empregados 71% e 41% conciliam  estudos e atividades profissionais.

“Receber notícias e informações em primeira mão” foi citada por 67% dos entrevistados como principal motivação para engajamento na comunidade online de uma empresa.  Apontaram a participação em concursos e promoções como principal razão de adesão, 54%. A troca de experiências com outros usuários (50%) e a possibilidade de interagir e dialogar com a empresa (44%) também se destacaram entre as motivações dos consumidores para participar de iniciativas de marcas nas mídias sociais.

Perguntados sobre o que mais os incomoda no relacionamento com as empresas na rede, 67% dos usuários citaram a oferta de “informações desatualizadas ou insuficientes” e 56% apontaram a “inexistência de espaço ou canal para interação”.  Quase a metade (48%) considera que “marcas que usam as mídias sociais só para fazer propaganda” são sua maior razão de incômodo e 45% manifestaram irritação com empresas que não respondem ou respondem de forma insatisfatória a dúvidas, críticas ou comentários postados online pelos consumidores.

“O estudo mostra que os consumidores defendem e valorizam a participação das empresas nas mídias sociais, mas estão cada vez mais atentos à forma como as marcas utilizam esses canais”, diz Gerson Penha, diretor de Comunicação Digital da The Jeffrey Group, responsável pelo estudo. “Eles querem menos propaganda, mais e melhores conteúdos e espaços para a interação e o diálogo”.

O levantamento traz ainda dados sobre os canais das mídias sociais mais utilizados pelos consumidores, registra o crescimento do acesso à internet por meio de telefones celulares e tablets e mostra que o consumidor pode ser o maior aliado da comunicação das empresas na rede: 86% dos entrevistados afirmam utilizar as mídias sociais para recomendar a outros usuários marcas, produtos e serviços com os quais simpatizam.

Abaixo segue o relatório “Empresas e Consumidores nas Mídias Sociais – 2011” :

Fonte: @IDGNow



Got anything to say? Go ahead and leave a comment!

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Newsletter

E-mail:

Inscrever
Desinscrever

Publicidade