Universidades públicas não preenchem vagas

mar 17, 2011 by     No Comments    Posted under: Notícias

As universidades públicas de São Paulo ainda não conseguiram preencher as vagas oferecidas no vestibular. A Universidade de São Paulo (USP) divulgou nesta quarta-feira (16) sua quarta chamada com 114 nomes. A Universidade de Campinas (Unicamp) já fez sete chamadas. A Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) e a Universidade Estadual Paulista (Unesp) já soltaram cinco listas. Todas seguem convocando candidatos para vagas remanescentes.

Na UFSCar, 795 estudantes foram chamados na quinta lista para fazer a matrícula, o que representa pouco mais de 31% das vagas. O curso de medicina, o mais concorrido, ainda tem 16 vagas sobrando.

Wagner Souza dos Santos, coordenador de vestibular da UFSCar, explica que em razão da participação da universidade no Sistema de Seleção Unificada (SiSU), houve uma mudança na dinâmica do preenchimento das vagas. “O cronograma ficou antecipado em relação a outras instituições públicas de ensino superior do estado de São Paulo”, diz. Ou seja, muitos estudantes que entraram na UFSCar depois passaram na USP, Unicamp ou Unesp, e deixaram a vaga em São Carlos em aberto.

Até a universidade mais concorrida do Brasil tem vagas disponíveis. A USP já fez quatro chamadas. “Aumentamos 90 vagas para estudantes de ensino à distância”, afirma Antônio Carlos Hernandes, presidente do conselho da USP de São Carlos.

A USP teve 10.652 vagas disponíveis no vestibular. A segunda chamada teve 2.562 nomes, a terceira lista, 1.113 nomes, e a quarta, 119. Segundo a Fuvest, que realiza o vestibular da USP, existem candidatos com ensino médio incompleto e que, portanto, não podem efetuar matrícula. A Fuvest estimula a presença de tais candidatos no seu exame vestibular, pois, assim agindo, faz com que eles conheçam a forma do exame, um ano antes de “prestarem para valer”.

Ainda de acordo com a instituição, também estão presentes nesses totais os candidatos remanejados para uma opção de curso de maior preferência, manifestada no processo de inscrição ao vestibular. Esses candidatos remanejados e presentes na lista de 2ª chamada também constam da lista de 1ª chamada e, portanto, não desistiram de cursar a USP.

Na Unicamp, estavam sobrando 39 vagas até a sétima chamada, e na Unesp, 328. Para quem ainda não passou é preciso atenção, poque mais chamadas vêm por aí.

Fonte: @g1

Deixe uma resposta

Newsletter

E-mail:

Inscrever
Desinscrever

Publicidade