Entrevista: Guillermo Tângari – Diretor…

mar 2, 2011 by     1 Comment     Posted under: Destaque, Entrevistas

Confira a entrevista com Guillermo Tângari, Diretor de Criação e Redator Publicitário na agência Educa Comunicação Educacional, um dos responsáveis pela construção de campanhas para cerca de 20 Instituições de Ensino Superior em mais de 10 estados do Brasil.

MKTnasIES: Guillermo quando e como você iniciou a sua carreira? Conte a sua trajetória de Diretor de Criação/Redator Publicitário.
Guillermo Tângari: A minha carreira de criativo especializado no mercado educacional teve início em agosto de 2007 e foi algo bem complicado, corrido. Recebi a proposta para tomar a frente da redação e uma semana depois já estava em São Paulo. Na verdade, devo muito ao Tório Barbosa (Sócio Diretor da Educa), que acreditou no meu trabalho e mais que isso, teve paciência para me ensinar bastante sobre o mercado educacional. Posso dizer que esse foi o ano em que mais trabalhei na vida. Entrava as 9 da manhã e saia as 11 da noite, 2 da manhã, sábado, domingo, feriado… Mas não tenho o que reclamar, respirei, me alimentei, vivi o mercado educacional; algo que não encontraria em escola alguma do mundo.

Com o passar do tempo, tive a oportunidade de acompanhar o trabalho de “monstros” do mercado, como Ryon Braga da Hoper consultoria e Carlos Monteiro da CM consultoria, e trabalhar com profissionais de comunicação como Professor Roberto Moreira, Diretor de Comunicação da Universidade Católica de Brasília, Helen Toyama, Gerente de Marketing do Insper, etc. O que, sem sombra de dúvidas, contribuiu bastante para a minha construção enquanto profissional.

>

MKTnasIES: Como funciona o processo de planejamento e criação da Educa Comunicação Educacional?
Guillermo Tângari: Na Educa, planejamento e a criação coexistem. Acho que não dá pra separar um do outro. Não tem aquele negócio de “aqui termina o trabalho do planejamento e aqui começa o da criação.” A equipe de criação participa ativamente do processo de planejamento, com idéias, insights, da mesma forma como a equipe de planejamento participa da criação. Essa relação se estende por todos os setores, mídia, produção, atendimento. É algo muito orgânico. Inclusive, na Educa não existe esse lance de divisórias, salas separadas, cada um no seu quadrado. Aqui é todo mundo junto no salão, tem dias que parece um hospício (risos).

>

MKTnasIES: Quando uma IES procura a Educa Comunicação Educacional e o que eles querem? E quais IES vocês atendem no momento?
Guillermo Tângari: Infelizmente, em sua grande maioria, quando uma IES procura a Educa é porque a crise já se instalou, ou está bem próximo disso. Querem resultados imediatos, verdadeiros milagres, que, em alguns casos, realmente conseguimos operar. Mas de um tempo pra cá, felizmente essa cultura vem mudando.

As instituições precisam compreender que para reverter um quadro negativo é preciso paciência e muito trabalho, que de uma hora pra outra as coisas não mudam mesmo. Um ano é tempo suficiente para  transformar uma curva negativa em algo, pelo menos, estabilizado.

Hoje, nossos principais clientes são:
Semesp (Sindicato das Entidades Mantenedores de Ensino Superior de São Paulo),Faculdade São Lucas de Porto Velho RO, Universidade Católica de Brasília – DF, Universidade Braz Cubas – Mogi das cruzes, Nova Fapi Teresina PI, Insper SP, Unipac Bom Despacho – MG, Ulbra.

>

MKTnasIES: O processo de concorrência é muito utilizado para avaliação de agências. Quais os pontos principais a serem avaliados pelos gestores de marketing de IES, na escolha desse parceiro?
Guillermo Tângari: Acredito que Know-how e experiência no setor sejam fundamentais. Isso porque fazer publicidade para IES é algo completamente diferente de vender um produto qualquer. O tempo em que bastava falar “inscrições abertas” e garantir 100% das vagas preenchidas já passou há muito tempo. A selva do mercado de hoje exige mais. É preciso comunicar o ano todo, é preciso falar com toda a “rede” do prospect, é preciso se relacionar, é preciso saber fazer isso. Não é facil.

MKTnasIES: Como a Educa Comunicação Educacional vê o mercado de Marketing Educacional?
Guillermo Tângari: O mercado de Marketing Educacional está em um processo de amadurecimento tardio. Assim como a gestão das instituições de ensino, vêm a pouco tempo começando a se profissionalizar, com o marketing não podia ser diferente.

>

Uma Resposta para “Entrevista: Guillermo Tângari – Diretor…”

  1. Rodrigo Altobello disse:

    Nada a acrescentar. Realmente é assim que o processo acontece dentro das agências.

Deixe uma resposta

Newsletter

E-mail:

Inscrever
Desinscrever

Publicidade

Threesome
Creampie
Blowjob
Threesome
Orgy
Threesome
Threesome
Anal
Blowjob
Orgy